Aniversário




Ontem foi o meu aniversário!

27 anos!

Ainda tenho mania de ficar imaginando como será o dia do meu aniversário. Acho que de verdade, verdade mesmo, eu nunca tive um aniversário em que me sentisse completamente realizada, tem sempre mais coisas pra ainda conquistar que já conquistadas, acontece sempre menos coisas do que eu esperava durante o ano que passou e também durante o dia do aniversário.

Agradeço a Deus todos os dias por tudo que tenho. Não falo aqui de coisas materiais, falo de saúde, de família, de amor, de filho, de amigos, de prazer de viver e de ter Deus como Pai. Mas o que não tenho eu realmente lamento, lamento porque queria ter mais para agradecer, para celebrar, para sorrir, para abraçar, ser feliz e dividir. Dividir – pois me falta tempo pra dividir minhas alegrias e angústias, também quero não ter dívidas pra poder dormir tranqüila e dar muitos presentes. Amo presentear, tenho um imenso prazer em poder presentear quem amo! Acho que curto até mais que ganhar os presentes! Mas também amo ser presenteada, surpreendida!

Não me canso de fazer planos, pedidos e de sonhar.

Tem gente que não acredita que um dia vou chegar lá e / ou se contenta com pouco, que me diz: “precisa mesmo de tudo isso, tenha os pés no chão!”. E eu tenho os pés no chão, mas a cabeça lá nas nuvens e o coração em coisas que não são vãs.

Amo minhas cicatrizes e até as teimosas estrias. E não é só porque meu marido diz que são lindas (quase acredito! rrrsss), é porque cada marca que carrego representa parte da minha história. Me traz à memória momentos muito especiais: Tenho uma cicatriz na mão, um corte profundo à faca – estávamos eu a Dimi e a Pitita cortando cana pra levar pra escola, amávamos isso, mas um dia me cortei e escondi o corte pra não ter que levar ponto. Graças a Deus não foi nada grave! Isso lembra o cuidado que tínhamos uma com a outra, uma delícia de amizade! Tenho algumas estrias no seio, me lembram a delícia que é amamentar minha cria. Eu não teria a cicatriz nem a estria se não tivesse história. E mais vale viver a experiência! Viver com intensidade!

Tenho tido saudades de muitas pessoas que fizeram parte da minha vida, tô com vontade de revê-los e colocar a conversa em dia. De ouvir as músicas lá do “fundo do baú”, aquelas que vêm acompanhadas de muitas gargalhadas e lembranças. Lembranças de toda a intensidade com que vivi minha vida e me descobri mulher. Sim. Mulher. Estou me sentindo quase plena. Tem um bebê lindo risonho aninhado em meus braços e um ainda em formação no meu ventre.

Estou descobrindo que não preciso estar sempre bem arrumada pra estar bonita, que minha espontaneidade e alegria me fazem real e, que isto também é belo, que as linhas de expressão que já aparecem mostram que eu sorri mais do que chorei na vida, e que as formas arredondadas que estou retomando com a gestação não me deixam feia (nem linda! Apenas fazem parte), e que não duram pra sempre (sério! da gravidez do Isaac engordei mais de 20 kilos e quando ele estava com 5 meses só faltavam perder 3). Então não me privo de alguns doces prazeres (tomara que a minha médica não leia isto).

Redescobri que ficar sentada no chão brincando é uma delícia, que dar colo pra criança é muito mais receber que dar carinho, e que os momentos simples são os mais memoráveis. E estou muito feliz por ter recebido telefonemas de amigos que a muito não vejo, e-mails e mensagens de muitos que quase perdi o contato, pelos abraços e muitos parabéns que ouvi, pelos presentes que ganhei e principalmente por estar viva e ter a chance de buscar os meus tantos planos, desejos e sonhos por mais um tempo – que espero de todo coração ser o suficiente para ser e fazer muitos mais felizes.

Comentários

Kelly disse…
Prima!!!!!!!!!
Parabéns atrasado...
Olha queria dizer que, TE ADORO!!!
Muito mesmo...
É muito importante, a sua amizade pra mim e saber que tenho pessoas como vc ao meu lado...
Quero lhe desejar um super parabéns, muitas felicidades, muita saúde!!!!
AGradeço à Deus por colocar na minha vida pessoas como vc!!!!
Bjão!!!!!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade