segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Amor


Muitas são as formas de amor que encontro pra descrever aqui.

Tem amor de mãe, de pai, amor de irmão, de irmã, de amigo, de amiga, de marido, platônicos, secretos, etc, e o que sinto pelo Heber. Sim, o que sinto por ele não se encaixa em nenhum tipo de amor já descrito.

É quente, impulsivo, explosivo e apaixonado, mas também é calmo, paciente, cuidadoso e até fraternal. É lindo e é delicioso! Um homem completo! Junta em um único alvo todos os tipos de amor que existem, e o mais importante – é correspondido, completo.

Estranho, é estranho descrever como é o Heber. Pois ele é tanta coisa...

Dá pra ficar caladinha só olhando pra ele sem nada dizer ou dar aqueles abraços intermináveis, e ficar querendo outro, outro e depois outro.

Ele é meu amigo e confidente, me defende e eu o defendo com a um irmão, gosto de colo, de dormir agarradinho, entendo as caretas que ele faz, e ele sabe pelo meu tom de voz e pelo ritmo das minhas passadas como foi o meu dia.

Acho lindo vê-lo dormir ou brincar com nosso filho. Eu sempre soube que ele seria um bom pai – mas ainda me surpreendo com o carinho dele com nosso Isaac, pois não tenho do meu pai esse tipo de carinho, então, acho o máximo meu filho ter.

Amo saborear os pratos que ele prepara – ele é um arraso na cozinha! Tudo que prepara é delicioso. Gosto de fazer surpresa pra ele, de ver nele muita honestidade e bom caracter, além de um jeito simples de gostar e valorizar momentos do nosso dia-a-dia.

Identifico-me com o olhar livre de preconceitos, com o gosto musical e pra filmes (apesar dele sempre achar que alugo umas melações, ele acaba gostando de assistir). E além de tudo isso, ele é lindo, cheiroso e muito gostoso.

Por onde passamos vejo-o arrancar suspiros de mulheres e admiração de amigos dos mais variados tipos. Me orgulho dele ser assim - tão ele, sabe. De não se importar com a inveja e maldade alheia, se é alheia não nos atinge - e olha que às vezes miram bem em cima da gente!

Meu desejo é que desfrutemos de toda a vida juntos, e quando já formos vovós ainda tenhamos essa vivacidade e garra pra continuar descobrindo a vida, e compartilhar com nossa família e amigos o nosso amor, nossas experiências e nossos sonhos.

Nenhum comentário: