quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Fora as Estrias

Por mais que nossos maridos digam que nossos corpitchos estão beleza, que nossos médicos digam que não tem jeito mesmo, e que nós já tenhamos descoberto o significado de cada um delas, a verdade mesmo, é que as estrias nos incomodam!

Pensando nisto listei aqui muitos dos tratamentos que prometem mudar esta situação. Resta ter tempo, disposição e dinheiro para testá-los. e quem sabe, ficar livre dessas listrinhas.

Peeling de ácido retinóico

Como é feito: um creme de ácido retinóico (com concentração de 5% a 8%) é aplicado sobre a área afetada, em consultório. Depois de duas horas, o médico retira o produto com água ou soro fisiológico.

Modo de ação: a substância estimula uma maior produção de colágeno, que interrompe o processo inflamatório e preenche a depressão caso ela já esteja se formando. Também remove as camadas superficiais da pele, fazendo com que as estrias pareçam menos profundas.

Anestesia: não é necessária. A aplicação é indolor.

Reações: por quatro dias a pele fica ressecada e pode descamar.

Contra-indicações: mulheres com pele muito sensível ou que pretendem tomar sol em seguida.

Primeiros resultados: após a quarta sessão.Número de sessões: de seis a dez, feitas quinzenalmente.

Preço médio por sessão: de 100 a 250 reais.


Quantum

Como é feito: o aparelho de laser emite um feixe de luz sobre a estria.

Modo de ação: ao atingir a estria, há um maior estímulo à produção de colágeno, o que interrompe a inflamação e restitui a pele danificada.

Anestesia: apenas pomada anestésica para evitar o ardor.

Reações: a pele fica vermelha por cerca de 24 horas. Eventualmente podem surgir crostas, que caem em até uma semana.

Contra-indicações: quem pretende se expor ao sol.

Primeiros resultados: a partir da terceira ou da quarta sessão.

Número de sessões: seis com intervalos de 15 a 30 dias.

Preço médio por sessão: de 350 a 1000 reais (depende da extensão da área tratada).


Microdermoabrasão com cristais

Como é feito: um aparelho que emite partículas de sílica e de óxido de alumínio desliza sobre toda a região que apresenta estrias, fazendo um tipo de jateamento.

Modo de ação: funciona de forma semelhante aos peelings, porém, atinge camadas mais profundas da pele. Dessa forma, diminui a profundidade das estrias. O procedimento também estimula a produção de colágeno, que preenche as depressões que sobraram.

Anestesia: local ou em forma de pomada.

Reações: por um mês, a pele fica vermelha como se tivesse sofrido um arranhão.

Contra-indicações: há risco de manchar a pele morena ou a de mulatas e orientais. Quem tem tendência à formação de quelóides também deve passar longe da microdermoabrasão.

Primeiros resultados: após a segunda sessão.

Número de sessões: de três a seis, sendo uma por semana ou a cada 15 dias.

Preço médio por sessão: de 350 a 900 reais (depende da extensão da área tratada).


Vitamina C

Como é feito: com uma seringa, o médico aplica a substância ao longo de toda a estria.

Modo de ação: a vitamina C e a picada na pele ajudam a formar novas fibras, aproximando as bordas das estrias e deixando a depressão menos aparente.

Anestesia: em forma de pomada.

Reações: a pele fica vermelha e inchada no local da aplicação. Esses sintomas desaparecem em cerca de uma semana.

Contra-indicações: mulheres alérgicas à vitamina C.

Primeiros resultados: após a quarta sessão.

Número de sessões: dez, em média, sendo uma a cada 15 dias.

Nenhum comentário: