sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Acordando...


O dia lá fora ainda é quase noite, madrugada,

Faltam os raios de sol pra dizer que já é hora de levantar

O celular já despertou: 6 horas, levanta!

Levanta nada, deixa no soneca uma vez..

Fecho os olhos e me aninho de novo na cama

Mas já foi-se uma soneca e outra, já são 6:10

Deixa mais 5 minutinhos na soneca!

E ficou mais uma sonequinha...

Mas já acabou, então vamos!

Hora de levantar: vamos orar e levantar

Tá na hora, bem, já passou até

Corre daqui e corre dali

Lava a cara, veste roupa, passa protetor solar

Prende o cabelo, arruma a bolsa

E não esquece do leite! Nem da carteira e o celular!

Arruma as bolsas: tem a minha e a do Isaac

E arruma o Isaac: melhor e mais difícil parte

Tem que mexer nele, e aí ele acorda

Sem querer acordar, querendo mesmo é rolar

Rola pra lá, e rola prá cá, luta!

Luta mas dá aquela olhar, aquela espreguiçada...

Que delícia de olhar! Que vontade de deitar com ele

De dizer que pode dormir mais

Mas não pode né, tem que trocar fralda, a roupa, sair

Toma benção do papai e da mamãe

Tem que ir pra casa da vovó! Vamos passear, vamos!

E ele brinca com a toalha, com a roupa, ri e ri

Faz denguinho e me imita: q delícia! q ícia!

Se joga em meus braços, e nos do papai

E chegamos, dá os bracinhos pra vovó, dá

Fica com Deus meu filho! Dá tchau!

E ele dá tchau mais gostoso ainda - direitinho!

Esse tchau leva um pedacinho de mim

Esses dias estão quase no fim

Quase...

Quase...

Enfim

Nenhum comentário: