Sufocada


Queria entender porque é que a gente às vezes

sem motivo certo ou nada que dê pra entender

fica ssim aflita, com o peito pesando

Com esse aperto que nem grita

Porque nessas horas faltam forças pra me soltar

fico sufocada e desesperada

Pedindo socorro sem nenhuma palavra balbuciar

E conversas comigo em silêncio

Preciso ser ouvida mas as palavras me faltam

E até mesmo o que é que eu quero eu não sei

Pareço estar me desmanchando

E meus olhos estão outra vez em cachoeira

Daí me lembro que me escutas sem que nada diga

Que me entendes sem que eu me entenda

E que me aceitas do jeito que sou

Assim tão louca pela vida, tão apaixonada por Você

E eu não aguento passar sozinha por esse turbilhão de problemas

Preciso de um pouquinho da paciência de Jó

E um tantinho da sabedoria de Salomão

Agracia-me com Teu toque e me transforma

Para Sua honra e Sua glória
Agradecida já estou...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades