quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Saiba mais sobre as câimbras



Comuns entre quem pratica atividades físicas intensas, as câimbras podem ser evitadas através de uma dieta rica em minerais e muito alongamento, garantem os especialistas.

Diabetes, doenças neurológicas ou problemas vasculares também são fatores que favorecem a ocorrência dessas dores que tanto incomodam. Se elas apareceram sem um histórico prévio, o ideal é consultar um médico para excluir causas mais sérias.

"Tanto a prática de alongamentos como aquecimentos musculares freqüentes são fundamentais para quem pratica exercícios e demanda esforços excessivos do músculo", revela a fisioterapeuta Sylvia Henriques, mestre em fisiologia do exercício.

Ela e a nutricionista Karina Biasi, ambas do Instituto Affonso Ferreira, formularam uma cartilha com as principais dicas relativas às dores e dão sugestões de exercícios e dietas que ajudam a melhorar a circulação do sangue nos braços e das pernas durante as atividades físicas.

"A perda de sódio e líquidos e a deficiência de potássio e cálcio são as causas freqüentes do problema. Para repor esses minerais o indicado é a ingestão de alimentos ricos em ambos, como banana, suco de laranja, leite, brócolis, couve, dentre outros.

Para prevenir o problema, entretanto, as melhores dicas são as que sugerem beber muito líquido, para ficar hidratado durante o exercício, repor níveis de sódio durante os intervalos com uma bebida esportiva/isotônico, assegurar uma recuperação nutricional adequada (particularmente para o sal) e descansar os músculos após um treino intenso", recomenda Karina Biasi.

Quando elas aparecerem durante um exercício ou competição, no entanto, o ideal é alongar o membro comprometido e massagear a área esfregando o músculo afetado.

Essas medidas ajudam a aliviar a dor, auxiliam no estímulo à corrente sangüínea e ao movimento de líquidos na área. Por último, descansar e reidratar o organismo com bebidas que contenham eletrólitos e, particularmente, sódio.

Fonte: Jornal da Orla

Nenhum comentário: