Sonho? Desejo?

Estou num dilema daqueles
Preciso me entender
Acho que vou voltar pro analista
Preciso delinear um caminho
Pois meus pensamentos andam soltos
Estão perdidos e desconexos
Confusos e cheios de dúvida
Quero muito muitas coisas
Sonho e traço planos demais
Não são claras as minhas prioridades
Pelo menos o que é básico está claro
Mas o caminho para esse também é escuro
Vejo luz em realizar esses sonhos
Mas me vejo em uma densa escuridão
Enquanto traço o plano para alcançá-los
E desejos? Como ficam? São sonhos?
Se não são sonhos por que não são?
Tô me sentindo uma criança
Que desobre o mundo muito maior
Que vê os espaços por onde passa mais largos
Os cômodos da casa mais espaçosos
Mas que cresce e se vê meio espremida
Descobre que não era tão grande assim o seu mundo
Mas que na imaginação, nos sonhos vê tudo ainda grande
Apesar de presa na realidade, em suas limitações
Tem os pés no chão e a cabeça não sabe onde
Precisa se encontrar, se entender, começar a realizar coisas
Tenho pressa! Tenho sede de mudanças!
E fome de concretizar esses projetos!
Por onde começar? Como? Quando? O que fazer?
Minha mente dá rodopios e a cada segundo vai numa direção
Preciso me fixar num alvo, mas são tantos alvos
Preciso de direção, mas vejo muitos caminhos
Que fazer? Viver é a única certeza!
Certeza de que com todos esses sonhos, desejos, projetos
Ou seja lá que nome se dê, me fazem viva!
E por isso minha gratidão a Deus...
Grande, maravilhoso, soberano e amoroso Deus...
Que cabe dentro de mim...
Que se importa apesar de mim...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades