Lá fora e aqui dentro


Lá fora o sol tá brilhando
Tá quente, tá muito calor
As folhas quase não se balançam
Tudo corre muito apressado
Mas o céu tá muito azul
Um azul lindo de viver!

Aqui tô eu com sede
Sede de água mesmo e também de mudanças
Tô cheia de urgências e planos
Falta um pouco de tempo (desculpa: o tempo a gente cria)
Falta um pouco de coragem
O medo do incerto mais atrapalha que protege

Preciso chutar o balde desse conformismo e partir pra briga!
Não me conformo em ser tão conformada!
Preciso tomar as rédeas da minha vida!
Eu quero fazer e acontecer sim! E daí?
Conhece alguém que chegou lá sem se arriscar?
É do tempo da minha tataravó: "Quem não arrisca, não petisca!"

Arriscar!
Pode ser que não dê tão certo...
Mas 50% de chance eu tenho de ter sucesso
Então falta o quê mesmo?
Falta ir lá fora, sair desse círculo que me prende
Que me atavia as mãos e paralisa minhas idéias

Chega de só pensar e construir castelos que são de areia
Que com minha respiração, acelerada pela ansiedade, se vão
Chega de sonhar acordada e ficar calculando tantas possibilidades
Chega de acordar dos sonhos na realidade que não avança
Chega de rodar, andar, trabalhar e não sair do lugar
Preciso agir! Escrever! Planejar! Começar! Já! Já!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades