segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Linda aos 40 Anos

Faça musculação

A vitalidade está associada à força física, que cai naturalmente com o passar dos anos. Para frear essa perda ainda não inventaram nada melhor do que a musculação – a atividade estimula o coração, o metabolismo, a circulação sanguínea. Outro bom motivo para levantar peso pelo menos três vezes por semana é que a tensão provocada no músculo irradia carga elétrica para os ossos, estimulando o aumento das células que evitam a redução da massa óssea. A partir dos 30 anos, essa queda gira em torno de 5% a cada década; em quem treina ela é de aproximadamente 1%", diz o professor de educação física Hélio Furtado, do Rio de Janeiro.

Libere o riso

Um minuto de gargalhada proporciona a mesma sensação de bem-estar e disposição que 15 minutos de bicicleta. A constatação é do psiquiatra William Fry, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Assina embaixo a atriz Grace Gianoukas, 44 anos, que há mais de uma década se ocupa de fazer as pessoas rirem no show de humor TERÇA INSANA, em São Paulo. "Tenho uma visão bem-humorada sobre os 40 anos. Nessa idade, a mulher sabe que não tem tempo a perder. Tem mais o que fazer do que ficar mapeando estrias. A gente investe esse tempo numa boa massagem relaxante", diz. Para rir muito, lance mão de qualquer fonte de piada – filmes, livros, teatro...

Reveja seus hábitos

Pequenas alterações na rotina ajudam a combater a monotonia e revigorar. E isso pode trazer benefícios à saúde, especialmente se estiverem relacionadas à malhação regular e à ingestão moderada de álcool. Uma recente pesquisa inglesa constatou que fazer meia hora de ginástica cinco vezes por semana e se limitar a uma taça de vinho por dia evita um em cada dez casos de câncer de mama. Nunca é tarde para parar de fumar: a atitude melhora a disposição física, o paladar, a respiração... e isso sem falar no seu perfume!

Embarque em uma viagem

Dependendo do roteiro escolhido, ela pode dar uma guinada em sua vida e trazer gás novo. Foi o que aconteceu com a empresária Amália Sina, 44 anos, de São Paulo, que em abril do ano passado viajou com o marido e o filho para Sant'Agatha, na Itália, para comemorar a união de 15 anos em uma igrejinha construída no século 14. A viagem também marcou o lançamento da sua linha de cosméticos, Amazonutry, que já nasceu globalizada. "Ali deixei para trás minha carreira de executiva (ela foi presidente da Walita do Brasil). Foi uma ousadia navegar por outros mares. Renovação e felicidade total."

Tente a acupuntura

Segundo a medicina chinesa, as agulhas equilibram o fluxo de energia que percorre o corpo, também chamado de força vital ou Chi. Já a medicina ocidental prega que as picadas acionam as terminações nervosas da pele, liberando os neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar, como a serotonina. "Você sente o resultado na hora", conta a fisioterapeuta Sandra Ono, do Buddha Bar, em São Paulo. Aproveite a sessão para amenizar rugas. "As agulhas aceleram a produção de colágeno e elastina."

Aposte na aveia

Duas colheres (sopa) por dia garantem mais energia e vitalidade, pois a aveia contém carboidratos, proteínas, lipídios, vitaminas e minerais, essenciais para o bom funcionamento dos órgãos e o combate dos radicais livres", afirma a nutróloga Tamara Mazaracki, do Rio de Janeiro. O cereal ainda ajuda a reduzir a ansiedade, aumentar a saciedade, prevenir o esgotamento mental, a insônia e a prisão de ventre. Extremamente versátil, a aveia pode ser usada no preparo de vitaminas, sopas, mingaus, bolos e pães."

Enfrente a crise

Para encarar numa boa a fase dos "enta", a jornalista Andrea Franco ouviu especialistas e mulheres que chegaram aos 40 esbanjando auto-estima. Suas descobertas estão no livro 40, SIM! E DAÍ?(EDITORA IDÉIA&AÇÃO). Pare para pensar em alguns dizeres: 1 Ter 40 anos é ter liberdade para priorizar a sua vida e correr atrás do que quer. 2 Se os filhos já estão maiores, volte a estudar, mude de profissão. Se não tem filhos, ainda dá tempo. 3 A maturidade permite que você reconheça que sentimentos como angústia e dor também são nobres.

Alongue-se

Relaxe a musculatura ao acordar e sempre que sentir necessidade para garantir vigor. O professor de educação física Denis Alves, do Espaço Stella Torreão, no Rio de Janeiro, sugere alguns movimentos diários: traga os dois joelhos ao mesmo tempo em direção ao tronco e segure; deitada de costas, com os pés apoiados no colchão e os joelhos flexionados, tombe as pernas para um lado e depois para o outro; mantenha uma perna estendida e, com as mãos, puxe o outro joelho em direção ao tronco. Repita com a outra perna.

Fonte: Revista Claúdia

Nenhum comentário: