Linda aos 50 Anos

Dance

A atividade trabalha com três ferramentas que estão diretamente ligadas à vitalidade: o corpo, por meio dos passos, dos gingados e do movimento dos braços, pés e quadris; a socialização, estimulada principalmente pelo contato físico; e a música, que desperta diferentes emoções. "A dança ainda tem o poder de extravasar a sensualidade, de fazer com que a pessoa se sinta mais bonita e desejada. Fisicamente, melhora a circulação, fortalece a musculatura e alonga", diz o professor de dança Marcello Palladino, do Palladino Dança Social, em São Paulo. Está esperando o que para procurar um clube, uma escola, uma academia ou arrastar os móveis da sala para sacudir o corpo?

Invista na soja

Pesquisas apontam que uma dieta rica em soja combate os sintomas da menopausa, como falta de disposição, ondas de calor, cólicas e dores nas mamas, provocados pela queda na produção do hormônio feminino. Além disso, o grão reduz os riscos de ter osteoporose, hipertensão e alguns tipos de câncer. "Há outros benefícios da soja sendo estudados, como a redução de peso, a prevenção e o controle do diabetes. O que se sabe é que o consumo de 25 gramas de proteína de soja por dia reduz o colesterol", diz a nutricionista Liliana Bricarello, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A quantidade pode ser encontrada em 4 copos de leite de soja ou em 230 gramas de tofu.

Seja voluntária

A sensação de ser útil é revigorante", diz Maria Tereza Rezende, 64 anos, que há oito trabalha como voluntária no Hospital do Câncer de Uberlândia (MG). "Antes de entrar no hospital, respiro fundo e me concentro para transmitir tranqüilidade aos doentes. Como ex-paciente, sei quanto o câncer rouba energia e como é importante ter força para superá-lo." Para não se abater com o sofrimento dos outros, ela afirma que o segredo é se engajar. "As pessoas passam a fazer parte da minha vida e eu da delas."

Viva uma aventura radical

Que tal aprender a mergulhar ou encarar a famosa caminhada de Santiago de Compostela, na Espanha? Esses exercícios liberam muita adrenalina e deixam você a mil. Mas o principal motivo é você fazer algo novo. "Isso ativa a energia emocional, combustível relacionado à alegria e à esperança", diz a psicoterapeuta Mira Kirshenbaum, autora do livro ENERGIA EMOCIONAL (EDITORA BEST SELLER). Se falta coragem para se aventurar, comece com coisas mais simples, como experimentar um prato exótico.

Recicle, limpe, jogue fora

Se submeter a um processo de mudança (e até de desapego!) renova o espírito e faz a gente se sentir útil e cheia de energia. Organize o armário, doe peças que não usa mais, separe o lixo, deixe a energia fluir. "Isso melhora o fluxo de energia dentro de casa", explica a arquiteta Solange Lacerda de Böer, especialista em feng shui. Não quer dizer que é preciso abrir mão daquele vestido lindo de 1970 – é bem provável que ele volte à moda. "Mas nada de guardar o vestido de noiva de um casamento que acabou e que só traz más recordações."

Massageie o corpo

Compre uma bolinha com pinos de plástico, como a Fisiobol, um óleo de amêndoa e adote um bom exercício para ativar a circulação, eliminar as dores no corpo e acordar bem-disposta. Espalhe o produto nos pés e nas pernas e faça movimentos circulares, de baixo para cima, com o apetrecho. Depois, repita o processo no abdome, nos braços, nas mãos e nas costas. "Nos pontos doloridos, a pressão pode ser um pouco maior. Mas, em geral, ela deve ser suave para não arranhar a pele ou estimular a flacidez", ensina a fisioterapeuta Fernanda Scovino, do Espaço Solaris, do Rio de Janeiro.

Faça sexo

A libido não acaba com a menopausa", garante o ginecologista e terapeuta sexual Amaury Mendes Júnior, do Rio de Janeiro. O fim do período fértil pode até ressecar um pouco a vagina, mas o aumento da testosterona faz com que a mulher se excite facilmente." Além das delícias do sexo, há mais bons motivos para você se manter ativa: a energia gerada no orgasmo estimula o desejo de conquistar objetivos e de ser feliz, e o ato sexual libera uma boa dose de endorfina, responsável pela sensação de bem-estar.

Force a memória

Estudos comprovam que a memória de quem tem uma vida saudável, estimulante e rica do ponto de vista social funciona melhor do que a de pessoas que têm um cotidiano monótono. Trabalhe a mente, leia livros, se atualize nas novas tecnologias até para se sentir mais jovem. Que tal comprar um iPod para acompanhar seus passos de dança? Nada de excepcional ocorre com a memória aos 50 anos. Ela envelhece como o restante do corpo. Mas você pode resolver com sucesso situações complexas se mantiver a mente ativa", diz o professor Mártin Cammarota, da PUC, em Porto Alegre.

Fonte: Revista Claúdia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade