terça-feira, 9 de setembro de 2008

O negócio é ser feliz





Na agência de publicidade paulistana Talent felicidade no trabalho é assunto sério. Quem trabalha lá conhece de cor e salteado o manifesto escrito por Julio Cesar Ribeiro, fundador e presidente da agência.


1) Assumir que tristeza não é parte obrigatória do ato de trabalhar. Ficar triste com o trabalho é como ir para o inferno todos os dias.O modelo ideal é trabalhar, rir e cantar.

2) É preciso ter consciência de que o ato de trabalhar não é a coisa mais importante que se pode fazer nesta empresa. Muito mais importante é pensar, é usar a inteligência no sentido de pensar soluções novas, produtivas e gratificantes.

3) Para pensar com produtividade, é preciso ter consciência da própria inteligência e da própria capacidade de realizar. "A Talent só vai ser a maior agência do Brasil porque eu trabalho aqui."

4) A capacidade de resolver problemas está diretamente ligada à capacidade de apaixonar-se por eles. Sem paixão, tudo o que se produz fica medíocre.

5) O afeto e a solidariedade geram alegria. Quem não gosta dos outros está sempretriste. Quem não é solidário produz pouco. Quem não gosta do cliente não faz sucesso. Estamos no negócio de pessoas.

6) Afeto, prosperidade e alegria é a melhor proposta de trabalho que alguém pode fazer.


Fonte: Você SA

Nenhum comentário: