Pêlos encravados

Quem nunca passou pelo desonforto de aparecer aqueles incômodos pelinhos encravados, hein? Eu então, basta trocar de depiladora ou usar roupa com elástico apertando na virilha que eles surgem. Encontrei esse artigo e achei muito últil e pertinente. Vale seguir as dicas e procurar fazer as coisas direito.
Pêlos encravados

Uma pele lisa e sem manchas escuras é o sonho de qualquer mulher, saiba como prevenir o encravamento dos pêlos e o que fazer quando o problema já está instalado.

Depilação em um país tropical é um cuidado pra lá de imprescindível. As brasileiras são famosas no mundo todo por seus métodos depilatórios e até no filme "sex and the city" a "brasilian wax" (depilação brasileira) foi citada como o supra-sumo de qualquer mulher que quer se ver linda e sexy, livre dos pêlos. Mas muitas vezes os pêlos desaparecem e no lugar deles aparecem irritações, espinhas e manchas na pele.

O pêlo encravado é tecnicamente conhecido como foliculite, um problema que ocorre na maioria das mulheres e em muitos homens. O que ocorre é que pêlo não nasce corretamente, não consegue romper a pele, mas cresce internamente causando uma inflamação do folículo piloso, formando bolinhas acompanhadas de uma vermelhidão no local, dor e em alguns casos, quando infeccionado, pode apresentar pus.

Alguns fatores podem favorecer o aparecimento dos pêlos encravados:

• Calças justas ou roupas apertadas não só nas pernas, mas em qualquer área do corpo;

• A depilação com lâmina pode provocar cortes ou feridas na pele que ao inflamarem favorecem o encravamento;

• Depilação com cera faz com que o pelo afine e tenha mais dificuldade para romper a pele, além de alterar a posição de crescimento do pêlo;

• Mulheres com cabelos encaracolados tem maior predisposição, já que os pêlos não nascem numa direção reta;

• Altos níveis de hormônios masculinos no sangue também podem ser um fator determinante.

Como evitar?

• Uma semana antes de depilar, aplique em dias alternados um creme esfoliante na pele;

• Utilizar o esfoliante regularmente pode minimizar o problema, apenas evite após a depilação, quando a pele está mais sensível;

• Nos locais em que os pêlos sempre encravam, aplique um creme à base de ácido salicílico para afinar a pele aos poucos;

• Converse com o seu dermatologista ou ginecologista sobre o problema para identificar possíveis causas hormonais;

• Após a depilação com cera quente ou fria, evite usar cremes ou loções por três dias. Pois nesse período os poros ainda estão dilatados e os cremes podem favorecer o entupimento do folículo.


Meu pêlo encravou, e agora?

• Evite cutucar o pêlo. Pode infeccionar a pele e piorar o quadro, além de manchar e marcar a pele;

• Em casos de inflamação do folículo, pode se utilizar pomadas antiinflamatórias como Nebacetim duas vezes ao dia após o banho. Em casos mais profundos e infeccionados deve-se utilizar antibióticos tópicos. Nesse caso consulte um dermatologista.

• Espremer a espinha que formou nem pensar! Procure um especialista para drenar a lesão de forma correta.

Fonte: Uol

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades