segunda-feira, 13 de outubro de 2008

100 idéias verdes

Uma lista de atitudes essenciais, radicalismos e propostas marqueteiras para você escolher seu caminho na trilha ecológica
Edição Mariana Weber
1 a 3. PROTESTAR COM IMAGENS DE IMPACTO
As campanhas da Peta, ONG que defende o tratamento ético dos animais, usam desde cenas tenebrosas (como um vídeo de bichos sendo pelados vivos) até o apelo de celebridades. Alicia Silverstone, por exemplo, se despiu pelo vegetarianismo. Já a cantora Sophie Ellis-Bextor posou com uma carcaça (ou a sobra de um casaco de pele). E COM IMAGENS FOFAS, como as da mostra Lápis Lapin (na Surface 2 Air, em São Paulo, até 24 de outubro).



4. OS MOSAICOS DE CHRIS JORDAN
O artista teve a paciência de construir um painel com 106 mil latinhas de alumínio - o que os Estados Unidos usam a cada 30 segundos - para discutir o consumo e a produção de lixo.

5. QUESTIONAR OS MITOS AMBIENTAIS
Por Alexandre Mansur, editor de Ciência & Tecnologia da revista Época
O derretimento do Ártico não está acabando com os ursos polares (na verdade, não dá para dizer com certeza como o fenômeno afeta esses bichos). Plantar árvores na sua rua é mais importante do que brigar para salvar a Amazônia. É melhor beber água do filtro do que comprar água mineral pura natural engarrafada. Já pensou nisso? Somos bombardeados por um monte de informações ambientais. Algumas são confusas e outras estão erradas. Para melhorar o planeta, vamos precisar aprender um monte de coisas. Mas não se assuste, é um aprendizado divertido. E estamos todos aprendendo juntos.

6. GREENSBURG, A SÉRIE DE LEONARDO DE CAPRIO
Por Bruno Segadilha, da revista Monet
O ator não usa carros poluentes, viaja pouco de avião e só come produtos orgânicos. No cinema, tem investido em produções como A Última Hora, em que denuncia a destruição da Terra. Seu novo brinquedo verde é Greensburg, cidade americana devastada por um tornado que vem sendo reconstruída de modo ecologicamente correto. Em associação com o Discovery Channel, DiCaprio mostra um lugar onde a energia é solar, as casas gastam o mínimo de eletricidade e toda a água é reaproveitada. A série está prevista para chegar por aqui em janeiro de 2009.


7. DOAÇÃO PENDURADA NO PESCOÇO
A renda obtida com o colar "Preserv the Water", vendido nas lojas Bobstore por R$ 189, deve ser encaminhada para o projeto social Amigos para Sempre.


8. FICAR NU CONTRA O EXCESSO DE EMBALAGEM
como fizeram, em agosto, funcionários da marca de cosméticos Lush em Berlim.

9. A HISTÓRIA DAS COISAS
Uma animação panfletária, mas que faz pensar. Dublada em www.sununga. com.br/HDC /index. php?topico=display.

10. UMA LISTA DE VÍDEOS VERDES ENGRAÇADINHOS
Uma lista de vídeos verdes engraçadinhos (em inglês): www. thedailygreen.com/ environmental-news/ latest/funniest-greenviral- videos-460808. Porque ser sisudo não ajuda em nada.

11 a 27. FICAR VERDE E LINDA EM 8 PASSOS
A repórter Carolina Machado testou os conselhos do livro Gorgeously Green, da americana Sophie Uliano, para levar uma vida mais ecológica sem perder o glamour.

1º passo: COMECE COM UMA AUTO-ANÁLISE. Logo percebi que um dos meus pecados era não reciclar - meu e de um monte de gente: segundo dados de 2006, menos de 1% do lixo sólido é recuperado pela reciclagem no Brasil.Também decidi abrir mão do chuveiro elétrico - minha casa tem aquecimento solar, mas nem sempre a água esquenta o bastante. Tudo bem: não dizem que banho frio faz bem para a pele?

2º passo: REVEJA SEU ARSENAL DE BELEZA. Testei um xampu orgânico Éh, feito com substâncias menos agressivas para o meio ambiente, e gostei. Meu cabelo ficou leve, assim como minha consciência e meu bolso: ele custou quatro vezes mais que o meu xampu anterior.

3º passo: FAÇA IOGA EM CASA, EVITANDO DIRIGIR ATÉ A ACADEMIA. Para a autora, que é professora de ioga, essa é uma boa idéia. Para mim, que adoro malhar e posso ir a pé para a ginástica, não é.

4º passo: ALTERE SEUS HÁBITOS DE CONSUMO. Sim, isso quer dizer comprar menos e sempre pensar: 'realmente preciso disso?'. Muito difícil. Com certeza será um esforço constante para mim...

5º passo: TRANSFORME SEU LAR. Testei um detergente orgânico, de ingredientes vegetais, e uma solução de limpeza de metade água e metade vinagre. Também passei a prestar mais atenção à economia de eletricidade - outra regra básica. E fiz uma humilde hortinha em uma floreira (ótima opção para quem não tem espaço).

6º passo: MUDE O CARDÁPIO. Sou vegetariana por não querer contribuir com a matança de animais, mas os conselhos do livro valem também para quem não é, como preferir orgânicos e vegetais da estação. E, se não parar de comer carne, pelo menos diminua o consumo - a pecuária é um dos principais fatores da devastação de florestas.

7º passo: ANDE MENOS DE CARRO. Os automóveis são responsáveis por 77% da poluição do ar em São Paulo - e os desregulados são ainda mais porcalhões. Como trabalho na capital e moro no interior, dirijo em torno de 180 quilômetros por dia. Mas sempre troco o óleo na data certa, passei a calibrar o pneu com mais freqüência (o que diminui o consumo de combustível) e estou prestes a me mudar para mais perto da editora.

8º passo: SEJA UMA ATIVISTA E AJUDE O MUNDO A SE CONSCIENTIZAR DE QUE NÃO HÁ MAIS TEMPO A PERDER.
Tenho chamado a atenção das pessoas para atos simples, como reciclar o lixo e não desperdiçar água. Mas com cuidado para não virar uma ecochata!

Carolina vai às compras:
ecobag a tiracolo

28. O SABONETE LÍQUIDO
do Brad Pitt, lançado em parceria com a marca Kiehl's neste mês nos Estados Unidos (e provavelmente no ano que vem no Brasil). A embalagem é de plástico reciclado, e o lucro vai para iniciativas ambientais, como a construção de moradias ecologicamente sustentáveis em Nova Orleans.
Pitt em Nova Orleans:
projeto para bancar reconstrução


29 a 31. OS NOVOS COSMÉTICOS ORGÂNICOS
Como a Loção Hidratante Canela & Cupuaçu, da Surya (R$ 11), o Óleo em Barra (R$ 35) da linha Natura Ekos (de cacau, cultivado no sul da Bahia à sombra de árvores nativas) e o sabonete líquido (R$ 49) Oliva e Tomate da L'Occitane.


32. A PIONEIRA THE BODY SHOP
Fundada em 1973, a marca inglesa de cosméticos foi uma das primeiras do ramo a levantar a bandeira ecológica, condenando o uso de produtos nocivos ao ambiente e testes em animais.


33. A EARTHDANCE,
festa sincronizada em mais de 70 países, incluindo o Brasil. Em São Paulo, o tema da última edição foi a Mata Atlântica.


34 a 36. ABSORVENTES LAVÁVEIS,
como o copinho que coleta a menstruação, as toalhinhas de algodão e o tampão de esponja do mar. Um ecoexagero.


37. PERSEGUIR BALEEIROS
Foi o que fez a ativista Leandra Gonçalves, de 26 anos, em quatro meses a bordo de um barco do Greenpeace. 'Em duas semanas, impedimos a caça de mais de 100 baleias', diz ela, calculando que mais de sete animais deixaram de ser mortos ao dia enquanto o navio ficou na cola da frota japonesa no mar da Antártica.

38 a 43
• Gerar energia balançando a pista de dança (sim, isso existe na Holanda).
• Ou pedalando uma bicicleta ergométrica, como propõe uma academia de Hong Kong.
• Aderir ao Dia Mundial sem Carro (22/9) e refletir sobre o estresse no trânsito, a poluição do ar e o barulho.
• Ir aos Green Drinks, reuniões em SP para discutir o meio ambiente (greendrinksaopaulo.blogspot.com).
• Dar de presente cotas de neutralização de carbono, equivalentes ao plantio de árvores. O site http://www.iniciativaverde.org.br/ faz o serviço. (• Ou pedir.)

44. OS SAPATOS VEGAN DE NATALIE PORTMAN
A atriz lançou calçados sem componentes animais - mas com poliuretano, feito com derivados de petróleo. Causou polêmica. Segundo o fabricante, ela doará seu lucro para causas ambientais e de defesa dos animais.
Natalie e seus sapatos:
sem couro e com polêmica

45. ECO-CHIC: THE FASHION PARADOX
Como a indústria da moda, baseada em tendências que mudam toda hora, pode ser sustentável? Eis a discussão do livro recém-lançado.


46 e 47. JEANS ECOLÓGICOS
A Levi's tem há dois anos uma linha feita de algodão orgânico, fibra de bambu ou tecido reciclado. Na confecção, ela passa por lavagens menos agressivas ao meio ambiente do que as convencionais. Já a australiana Nudie radicalizou com uma calça que não deve ser lavada por seis meses. Você usa, usa, usa e, quando finalmente a peça encara um banho, ganha aquele resultado detonado sem passar pelos processos químicos usuais.

48 a 52
O desfile da UMA para o verão 2009, que usou material reaproveitado, como borracha prensada.
As camisetas da Vide Bula, de algodão orgânico.
• No mesmo tecido, as peças da marca Reserva Natural.
A loja Eden, em SP, que chega ao mercado com uma coleção inteira de orgânicos.
O Prêmio EcoFashion, que elege o melhor da moda ecologicamente responsável no Brasil.


53. ROUPAS DE PLÁSTICO RECICLADO PARA CÃES,
da marca americana Annie's Sweatshop. Será que dá para se sentir ecológico consumindo moda canina?


54. STELLA MCCARTNEY
Por Lilian Pacce*
No começo todo mundo achou que ela era um blefe: um bom nome para uma competência duvidosa. Mas a filha de Paul McCartney surpreendeu. Defensora dos direitos dos animais, ela incorporou a suas criações os preceitos que aprendeu com a mãe, Linda. Quando foi sondada para substituir Tom Ford na Gucci, uma das coisas que a impediram de assumir o posto foi a grife não abrir mão dos artigos de couro - e Stella não abrir mão de sua ideologia. Mas a Gucci não desistiu e acabou incorporando a marca da inglesa ao grupo. Hoje a estilista é porta-voz da causa ecológica na moda e impulsiona a indústria a descobrir alternativas verdes. Stella saca muito bem a mulher londrina: moderna, ativa e politicamente correta.
*Diretora do site www.lilianpacce.com.br, usa pele e acha hipócrita quem não usa mas veste couro

55 e 56
Renovar o guarda-roupa em brechós. As tendências vão e voltam. Aproveite!
Ou em bazares online como o filetpramignon.blogspot.com e o ararareformada.blogspot.com.


57. VOAR MENOS DE AVIÃO
O setor aéreo é um dos maiores emissores de gás carbônico na atmosfera. Mas abrir mão de viajar e conhecer lugares novos? Difícil...


58. O ESTILO DE CYNTHIA HOWLETT
Aos 31 anos, a carioca não come carne e leva a rotina em uma bicicleta. 'Vendi o carro, não tinha sentido mantê-lo na garagem se poderia dar um jeito de fazer as coisas a pé', conta a repórter do programa Alternativa Saúde, do canal GNT (e mulher do ator Eduardo Moscovis). Pós-graduada em direito ambiental, Cynthia posta notícias do tema em um site, dá dicas no rádio e é conselheira no Brasil do grupo conservacionista WWF.
A carioca Cynthia: ela vai de bike


59. O MUNDO DE VALENTINA
Gabriel Moojen e Franciele Zanon protagonizam a série (atualmente no GNT) em torno das expectativas de um planeta melhor para a filha. Fora da TV, eles têm uma vida ecocertinha até certo ponto: não trocam as fraldas descartáveis de Valentina pelas biodegradáveis (segundo Fran, caras e difíceis de achar) nem pelo pano. 'É complicado para quem trabalha fora lavar seis fraldas por dia', diz ela.
Valentina e seus pais: por uma
vida mais ecológica


60 e 61
São Francisco, nos Estados Unidos, já baniu as sacolas plásticas, medida que deve ser seguida por Los Angeles em 2010. No lugar delas entram as ecobags de lona.

62. MERCADOS ECOLÓGICOS,
como o Pão de Açúcar de Indaiatuba (SP), com vagas especiais para carros que usam biocombustível, estação de reciclagem e maior variedade de orgânicos.


63. AS MELHORES FOTOS DE NATUREZA DO MUNDO,
segundo um concurso da Instituição para o Gerenciamento da Água e do Meio Ambiente, estão expostas até 11 de outubro em Londres. O vencedor deste ano foi o fotógrafo indiano Abhijit Nandi, com a imagem 'Happy in Her Own World' (Feliz no seu próprio mundo).
'Happy in Her Own World':
imagem premiada


Protesto em São Paulo: bem arejado

64. PEDALAR NU
para mostrar a fragilidade do ciclista diante dos carros - como faz o movimento World Naked Bike Ride.

65. A BIKE CALOI CARBON FREE,
parceria com a grife Osklen, que custa R$ 1.199 (e tem componentes recicláveis, como todos os outros modelos da Caloi).

66. E A BICICLETA DE BAMBU
feita pela americana Calfee Design e vendida por 2.695 dólares (!).

67. ABRIR MÃO DO CARRO
Por Renata Falzoni, repórter e cicloativista
Nos anos 70 eu disse não ao carro, a princípio por odiar perder tempo, depois para salvar o planeta e melhorar a qualidade de minha vida e a dos outros na cidade. Se você não pode ir a pé ou de bicicleta, respeite quem o faz. Isso já ajuda a propagar a idéia.


68. MÁSCARAS ANTIGÁS DE LUXO
Os acessórios apocalípticos foram criados pelo estilista Diddo Velema para descrever um estado de perpétua guerra contra o meio ambiente e entre as pessoas.


69 a 74
Notebook de bambu. A matéria-prima vegetal substitui o plástico, derivado de petróleo, em uma linha da Asus.

• Um celular que gera energia a partir do movimento do usuário. Desenvolvido na França.

E celulares de plástico à base de milho, como os modelos W510 e F268 da Samsung.
O ranking do Greenpeace dos eletrônicos mais verdes: Sony e Sony Ericsson lideram, com 5,1 pontos de 10; Nintendo (0,8) é lanterninha.

Um rádio movido a energia solar. Em http://www.allthingsgreen.net/ (mas é melhor comprar em viagem que fretar da Inglaterra).

O novo iPod. O Nano e o Touch são feitos com material sem mercúrio, PVC ou arsênico e altamente reciclável.


75. A NETA DE JACQUES COUSTEAU
Da terceira geração de uma família de ambientalistas, Alexandra Cousteau, hoje com 32 anos, está na estrada (ou no mar) desde bebê. Atualmente ela viaja pelo mundo com a ONG Earth Echo International, divulgando e incentivando atividades sustentáveis.

Alexandra entre golfinhos: neta de peixe...

76 e 77. LEMBRAR DE CONSELHOS DOS AVÓS
Alguns deles, como esfoliar a pele com mel e aveia ou colocar casca de limão no açúcar para afastar formigas, estão no livro Dicas do Fundo do Baú - Soluções Caseiras para Problemas do Dia-a-dia (Editora Globo).

78. BANCO IMOBILIÁRIO SUSTENTÁVEL
Nessa versão politicamente correta do jogo da Estrela, empresas de reciclagem e reservas naturais substituem ruas e companhias de transporte.


79. DEFENDER A FLORESTA AMAZÔNICA
O site http://www.meiaamazonianao.org.br/ colhe assinaturas contra um projeto de lei apelidado por ambientalistas de 'Amazônia Zero'. Se a proposta for aprovada, subirá de 20% para 50% a área de vegetação nativa que pode ser desmatada em propriedades privadas.

80. O JARDIM SUSPENSO DE NOVA YORK
O que era uma linha de trem desativada se tornará um parque ladeando os prédios de Manhattan em 2009. Proposta parecida já foi feita - mas não saiu do papel - para o Minhocão, em São Paulo.

81 a 87
http://www.globoamazonia.com/: para vigiar queimadas e desmatamento.
http://www.ecogeek.org/: tudo para os loucos por novidades de tecnologia limpa.
blogvidaverde.com.br: como uma 'ecomaníaca' cria seus filhos. Ligado à revista Crescer.
http://www.ecoblogs.com.br/: relatos sobre a busca pela sustentabilidade.
http://www.projetomelhorar.com.br/: facilita caronas entre colegas.
blogdoplaneta.com/colunaepoca: notícias que vão da militância de Gisele Bündchen ao aumento dos furacões.
http://www.ecochicweddings.com/: dicas para um casamento sustentável.


88 a 92. PRESERVAR A ÁGUA DO PLANETA
Mais de 1 bilhão de pessoas poderão sofrer com a falta de água em um futuro próximo, segundo relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas. Por isso a ONG WWF Brasil fez uma manifestação nas Cataratas do Iguaçu no último 22 de março, Dia Mundial da Água. E por isso você deve fechar a torneira enquanto escova os dentes, diminuir o tempo de chuveiro, não lavar a calçada com mangueira, consertar vazamentos...
Ação do WWF-Brasil:
'filtro' inflável de 15 metros


93. AGRICULTURA ORGÂNICA
Por Marcos Palmeira*
Produzir de forma orgânica é resgatar a forma como nossos bisavós cultivavam. Além de livre de contaminação por agrotóxicos e adubos químicos, o alimento orgânico respeita as características da região onde é plantado e o tempo e a época de cultivo. Ao consumir orgânicos, você não só está se alimentando melhor mas também contribuindo de forma decisiva para a fixação do homem no campo e a preservação do planeta e tornando-se um consumidor com responsabilidade social!
*ator e produtor de orgânicos


94. ECOARQUITETURA,
movimento de criação de edificações com baixo impacto ambiental. Como a casa acima, na Nova Zelândia, erguida com contêineres empilhados.

95 a 100
• Bichos de sobras de madeira coladas de Ted Benvenuti.
• Cadeira de papelão reciclado do holandês David Graas.
• No mesmo material, o cenário do lounge da Natura na última São Paulo Fashion Week.
Esculturas de árvore com madeira de reflorestamento de Ana Paula Castro.
• A arte ecológica da mostra Frans Krajcberg: Natura, a partir de 9 de outubro no MAM-SP.
• Jóias que, em vez de pedras, têm minijardins. Criação do estilista islandês Hafsteinn Juliusson.


Fonte: Revista Criativa

Nenhum comentário: