Crianças brasileiras dormem muito tarde

Pesquisa mostra hábitos das famílias durante a noite e revela preocupações dos pais

Carol do Valle

As crianças brasileiras vão para cama por volta das 21h40. Este horário médio foi obtido em uma pesquisa que está sendo concluída pela Johnson&Johnson em 21 países e avalia o padrão do sono em bebês e crianças até 3 anos. Os primeiros resultados mostram que, por aqui, dorme-se muito tarde. Para se ter uma idéia, em países caucasianos (EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido), a hora média de ir para cama é 20h.

"Talvez isto esteja relacionado ao fato de muitas mães colocarem os filhos para dormir após a novela", afirma a coordenadora da pesquisa, Jodi Mindell, diretora associada do Centro do Sono no Hospital Infantil da Filadélfia e da National Sleep Foundation (EUA). Para ela, quando a criança vai para cama tarde, acaba tendo um sono mais inconstante.

No Brasil, foram ouvidas 4 mil famílias e descobriu-se também que 35% dos pais acreditam que seu filho tenha algum problema relacionado ao sono, seja por dormir pouco, por ter dificuldade ao se deitar ou por acordar muitas vezes à noite. A sugestão da especialista é seguir três passos durante o ritual da noite: estabelecer um horário fixo para colocar a criança na cama, deixá-la dormir sozinha (no caso dos bebês, ela recomenda que sejam colocados no berço ainda sonolentos, não dormindo) e seguir a mesma rotina, seja ela contar uma história, fazer massagem, dar banho ou cantar uma canção de ninar.

O tempo gasto pelos pais entre o momento em que começam a colocar o filho para dormir até o que de fato adormece é de 50 minutos. O estudo mostrou, ainda, que as crianças brasileiras tiram sonecas durante o dia que totalizam duas horas, em média, e que 21% dos bebês brasileiros dormem com os pais na mesma cama.

Fonte: Revista Crescer

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade