domingo, 26 de outubro de 2008

Indeciso para votar?


Pense no candidato como se fosse um grande amigo
por Roberto Shinyashiki


Responder quatro perguntinhas te ajudará decidir

Neste domingo 26 de outubro, teremos mais uma rodada de eleições. Um momento de decisão para o nosso país e de grande responsabilidade para cada um de nós. Para mim, mais importante do que o candidato é o processo de escolha. Ter valores é fundamental.

Há pouco tempo recebi uma mensagem de um amigo mexicano, o psiquiatra Octavio Rivas que me pareceu muito apropriado para este momento. Na mensagem, ele dizia que, para decidir em quem votar, era necessário responder a quatro perguntas:

1- Para qual candidato eu confiaria o meu negócio por três meses e ele me devolveria com lucro?
2- Qual candidato eu escolheria para cuidar e educar os meus filhos?
3- Para qual emprestaria dinheiro de olhos fechados, com a tranqüilidade de que receberia de volta?
4- Qual candidato eu hospedaria na minha casa, junto com a minha família, por um período de três meses?
Se todas as respostas indicassem o mesmo candidato, eu estava fazendo a escolha certa. Caso contrário, deveria refletir e avaliar melhor.
Talvez você esteja se perguntando porque gastar tempo com isso se, no fim das contas, vai ser tudo igual. Saiba que a sua atitude pode mudar tudo. O seu movimento de parar, pensar e refletir pode transformar nosso país pelos próximos quatro anos. Procure fazer o certo, mesmo quando ninguém mais parece se importar. Sua atitude pode fazer a diferença. Então aceite o desafio de analisar melhor e faça a sua escolha. Afinal, nós somos os responsáveis pelo próximo comandante do nosso país.
Boas eleições e sorte para o Brasil!

Nenhum comentário: