Nó na gaganta


Passar o dia longe e sentir saudades é normal

Passar o dia longe e preocupada não é

Passar o dia confiante porque sabe do carinho e boa vontade até passo

Passar o dia pensando no jeito que escutei o "fazer o quê?" não dá

Preciso de direção, mas não será essa a decisão a tomar

Cuidar, se dar, amar, renunciar, adiar, ficar, tornar

Saber que não quer é ruim e dói ver a falta de vontade

Incomoda ainda mais saber que incomoda e que faz sem vontade de fazer

Reclama descaradamente mesmo tendo data limite

Mesmo tendo o sangue correndo nas veias e sendo lindo e carente de atenção

Maternidade, genealogia, família, união, será?

Só vejo desculpas e não quero ser um tropeço nem um incômodo
E olha que o que mais vejo são avós cuidando a troco apenas da oportunidade, do carinho

Mesmo pagando não quer, prefere cuidar de outros interesses

Já tentou fulana? E sicrana? É? Não sei... Hoje dá, mas e depois?

Cuidar de gente da gente, de família? Não. É pra servir apenas a si mesmo

Tudo o que fazem por nossas crias nos sentimos em dobro, seja bem ou mal querer

Já fiquei com a voz embargada e desde quinta não durmo direito

Estou desolada, estava cheia de planos - outra vez

Responsabilidades novas, atribuições tentadoras, reconhecimento e prazer

Além do óbvio, da necessidade, vi a grande oportunidade, questão de tempo
Pouco tempo e aquele arrastar de correntes se foi

Estava me sentindo viva no que faço tão bem, mostrando resultados, criando

Mas e os pequenos? E o mais pequenininho? E fulana? E sicrana?

Vai ficar assim de mão em mão? Como um estorvo? Como um rejeitado?

Não. Não. Não pode. Não dá. Não vou deixar.

Meu organismo está bagunçado, sinto-me mal e meus olhos e pele revelam minha decepção

Expectativas levam a muitos lugares, decepções também devem levar

Quero lugares novos e novas oportunidades, vou dizer até logo sonhos

Com o coração em fragalhos vou ter de fechar essa porta

Com a mente girando e sobre mim muitos planos pairando

Vou decepcionar quem está me colocando pra cima e eu ainda mais, com certeza

A gente descobre que só pode contar com a gente mesmo

E que o resto, ou quase todo o resto, só se importa consigo mesmo

E que quando é o contrário sou mesmo umas das poucas pessoas que ainda se importa

E que minha própria família faz parte do resto, apesar de pra mim virem em primeiro lugar

E que comigo nem quem me gerou se importa e me mostra que eu e os meus atrapalhamos

"Mas mesmo que uma mãe se esqueça do seu filho, Eu jamais me esquecerei de ti"

Me sustenta acreditar que Deus se importa comigo e com meus sonhos

Que cuida de mim e dos meus, que me sonda, entende e vai me curar dessa dor e abandono

Quando uma porta se fecha se abrem janelas, ou mesmo outras portas

A gente que fica tão triste e fixa tanto os olhos na porta fechada

Que nem enxerga os outros caminhos, as outras possibilidades

Vou crer que existem outras ainda melhores a minha frente e seguir com fé

Fé que essa dor aqui no peito e esse nó na garganta

Não serão capazes de deixar em mim feridas nem mágoas

De que sou maior que essa mesquinharia e desleixo e que vou além

Que assim realmente não dá e que vou mudar a direção e ainda mais feliz ser

Porque eu me importo. Porque Deus se importa. Porque vamos conseguir.

Porque vamos além do que os os nossos sonhos dizem

E alcançar o impossível porque tudo é possível ao que crê.

Comentários

Franciely disse…
Não desista de seus sonhos, deixe eles na mão de Deus, Quando tu menos esperar, estarão sendo realizados.
Deus com certeza terá o melhor pra ti e para os seus.
"E o teu Deus...há de suprir...cada uma de vossas necessidades" Filipenses 4:19

Abraços.

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade