Parabéns querido mestre (a)


Muitas pessoas seguem pela vida a criticá-los, discriminá-los e tachá-los quase como bicho papão. Mas o que eu, particularmente, tenho a dizer sobre os mestres e mestras que tive nessa vida é muito mais elogio e agradecimento.

Tive em professores verdadeiros amigos, conselheiros, bons ouvintes, espelhos, esclarecedores que me abriram um mundo novo - o do conhecimento.

Aprendi a ler muito nova, e nessa empreitada, com meus 4 aninhos, quem me guiou foi a Wagnalda - nem sei se ela se lembra disso - ela é filha de uma vizinha da minha avó, morava perto da minha casa e enquanto fazia seus deveres de casa eu a importunava até que me ensinasse tudo o que estava fazendo. Dessa forma, aprendi a ler, escrever e a realizar as continhas da tabuada.

Que tempo bom! Tempo da descoberta! Do novo!

Como sou grata a ela por ter aberto esse horizonte vastíssimo que é o da leitura - o conhecimento!

Sou grata também a todos os outros professores que tive - mestres e mestras - que com dedicação, sabedoria e muita paciência me ensinaram muito do que sei. E pra me ensinar tem mesmo que ter uma boa dose de paciência, pois tenho facilidades para aprender, mas pra aceitar tenho que entender tintin por tintin, o que faz de mim uma perguntadora quase compulsiva.

Parabéns a vocês por todo empenho, quase sempre, desvalorizado.

Parabéns a vocês pela mágica capacidade de se fazer entender, pela didática, pela amizade, pela compreensão, pelos limites, pelas correções, pelo estímulo e, principalmente, por se doarem e deixarem em nós um pouquinho de vocês.


PARABÉNS PROFESSORES QUERIDOS!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades