sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Cartazes de protesto mostram genitália feminina

Trinta outdoors espalhados pelas ruas de Belo Horizonte desde quarta-feira estão dando o que falar. Em cada um deles está estampado uma genitália feminina, parcialmente coberta pelas mãos de uma mulher casada e com unhas pintadas de vermelho. Ao lado da imagem, um vidro de esmalte e o anúncio: "base para unhas fracas". Mas ao contrário do que parece, o cartaz não quer vender nenhum produto. A imagem faz parte do trabalho artístico do pintor carioca Alexandre Vogler, em exposição nos muros da capital e na galeria de arte Carminha Macedo, que também tem o nome estampado nos cartazes. "Esse trabalho é uma crítica ao uso da mulher na publicidade. Hoje a mulher é usada de maneira fetichizada e apelativa para vender qualquer tipo de produto, desde biscoito até carro importado.

Quero que as pessoas reflitam sobre o uso abusivo da mulher em campanhas publicitárias, sempre camufladas", disse o artista. Sobre a polêmica que está causando na cidade, Vogler diz que não considera seu trabalho imoral ou agressivo. "Muitas atitudes realizadas pelo poder público são muito mais chocantes, imorais e até ilegais que a minha arte. Considero sim que o cartaz seja um pouco transgressor, mas coloca as pessoas para pensar", disse. Dois vídeos sobre a idéia da superexploração da mulher podem ser vistos na galeria. A exposição funcionará até 13 de dezembro, na rua Bernardo Guimarães, 1.200, bairro Funcionários.

Fonte: Jornal o Tempo

Nenhum comentário: