quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Sem limites!


Como se não bastasse todo o sofrimento das vítimas das fortes e contínuas chuvas em Santa Catarina, a quantidade de mortos, desabrigados, desaparecidos e em situação de risco, existem os "espertinhos" que estão se aproveitando da situação para saquear lojas e residências.

É pra ficar chocado, não é? Não tem limites para a maldade? Não tem limites para tirar proveito?

Enquanto muitos se mobilizam para ajudar, com orações, doações, trabalho voluntário e diversas manifestações de solidariedade, sempre existem esses que só pensam em levar vantagem.

As pessoas em situação de risco, além de todos os medos que sofrem, agora tem também, medo de deixar suas casas, mesmo que ameaçadas de queda e desabamento, porque sabem que assim viram alvo fácil de assaltantes e vândalos.

Sabemos que o mais importante é salvar vidas, mas não somos hipócritas a ponto de pensar que a casa, os móveis, as roupas, os álbuns de família, os enfeites da estante e tudo o mais que essas pessoas acumularam durante toda sua existência não têm importância para elas. Tem sim, e muita. Em alguns casos, porque são tudo o que têm mesmo, e em outros pelo valor sentimental, intríseco e pelas lembranças que carregam.

Que bom seria se não existissem no mundo pessoas tão desumanas, individualistas e que só pensam em tirar vantagem, não importando com o sofrimento que as pessoas já estão passando por outras razões mais fortes, e contra as quais não existe remédio, pois foram provocados pela natureza. É quase como diz o ditado: "Chutar cachorro morto!".

Que bom seria se ao menos nessas situações pudessemos ver o verdadeiro amor ao próximo existindo, muito além de palavras, com ações. Parabéns a todos que se solidarizam e ajudam nessa situação específica e, principalmente, se é o que você costuma fazer no seu dia-a-dia. Agindo como um cidadão, como um Cristão, como um ser que consegue olhar para além de suas próprias necessidades, e que fica feliz em ajudar, sabendo que dar é melhor que receber.

Peço ao Senhor que perdoe essas pessoas que estão, de maneira tão infeliz, roubando e fazendo doer ainda mais nessas pessoas que tiveram suas vidas transformadas, de uma hora pra outra, e que terão de começar tudo do zero.

E peço, também, que a chuva dê uma trégua, para que as buscas sejam facilitadas, que o abastecimento de itens básicos, como água, alimentos, remédios, roupas e energia sejam normalizados, e que aos sobreviventes dê força para recomeçar e ir adiante. Que sejam consolados pela perda de seus bens e, principalmente, pela dor da perda de entes queridos.


Indico a leitura de texto que postei ontem, e que, com certeza, mexerá com você, e tomara, te alerte para a necessidade de conhecer Jesus Cristo. Ou se já O conhece, de ter um relacionamento verdadeiro com Ele.



Nenhum comentário: