Sobre a mentira


Dizem por aí que é impossível viver sem uma mentirinha, que é comum, e que existem até mesmo mentiras necessárias.

Eu sou contra esse movimento. Sou contra essa incoenrência na qual caminha a humanidade. Não acho que seja necessário mentir, talvez valha apenas a omissão de verdades absolutas (não preciso dizer pra uma pessoa muito dodoizinha que achei o vestido dela horrível, basta nem me manifestar, mas tem gente que é capaz de mentir dizendo que estava maravilhoso), mas sem distorcê-la ou alterá-la e, detesto que mintam pra mim, que subestimem minha inteligência ou, simplesmente, mintam com a desculpa de estarem se protejendo, ou pior, me protejendo da verdade.

Verdade é verdade e, sempre, mais cedo ou mais tarde, aparece. E quando isto acontece, fico muito brava. Muito mesmo! Pois sinto apenas ter adiado uma atitude ou solução, uma agressão a minha verdade. Sou bem transparente, e num mundo repleto de mentirosos, cada dia mais, me espanto com a capacidade de serem falsas tantas pessoas a minha volta.

Deixo aqui meu protesto: Abaixo a mentira!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades