Como criança


A gente devia ser como criança: tem sorriso fácil, não discrimina, não dissimula, não mente, não premedita.

Vive! Vive intensamente cada instante.

Aproveita cada brincadeira, curte ao máximo cada minuto com o coleguinha, e a cada descoberta se entrega sem reservas, sorri, dá pulos, repete a façanha, e é excelente observador.

Eu fico reparando no meu Isaac como é esperto e vivaz, como rapidamente se inteira do ambiente e das pessoas, chega devagar, meio tímido, mas em poucos minutos já está todo enturmado. Observa tão bem todos os detalhes a sua volta que é capaz de repetir até mesmo as mesmas expressões faciais que seu pai faz ao ligar a guitarra, ao afinar, ao tocar e em tudo acrescenta seu brilho.

Somos responsáveis pelo que serão nossos filhos. Somos os responsáveis por deixarem de lado a inocência e muitos se tornarem cruéis e maquiavélicos.

Sim, nós. Pois nossos pequenos nos admiram tanto, que querem ser como nós. Copiam o que temos de bom, e também de ruim. Aliás, de ruim, é ainda mais fácil, pois o homem já tende naturalmente a fazer o que é mau, tendo exemplo dentro de casa então...

Sejamos exemplos de caráter, honestidade e de amor pra nossos filhos. É vendo nosso preconceito que eles se tornam preconceituosos, é por nos verem jogar lixo na rua que também jogam, é por receberem de nós desamor e por nos verem desprezar nosso próximo que eles o fazem.

Sejamos esforçados no sentido de nos aperfeiçoar como ser humano, para que eles sejam pessoas melhores que nós, para que ao fim de sua criação possamos nos orgulhar do que veremos neles, parte de nós. Deve ser lastimável ter que corrigi-los por coisas depreciáveis que tenham se iniciado em nós mesmos.

Que nós a cada dia busquemos aquela criança que um dia fomos, pra ensiná-los a serem sempre transparentes e inteiros. Quem preserva sua alma como a de uma criança, é um adulto melhor e mais feliz, capaz de fazer do mundo um lugar bem mais agradável para si e para todos a sua volta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade