Momento corujisse


Já são quase meia-noite e eu aqui, acordada. Acredita que meu primogênito só dormiu agorinha? Ainda está na minha cama, todo esparramado. Pois é, fica brigando com o sono e quer brincar cada minuto possível. E olha que hoje brincou foi muito, com os priminhos Ryan, Fran, Isamel e Marcos, lá na casa da tia Maria, onde jantamos e conversamos muito.

Toda hora ele chega pertinho, segura minha mão e me diz: "dá mamão mamãe! vem cá!" pra brincar, pra mostrar que ligou o som, pra mostrar que derramou a água que era pra beber na caminhonete, pra pedir pra pegar coisas que ele não alcança, tudo. Me orgulho de tudo, como toda mãe coruja, lógico, mas tem horas que me faz transbordar de admiração, e hoje aconteceu mais uma dessas.

O Samuel estava dormindo no berço e depois de acordar ficou lá brincando e cantarolando, o Isaac foi até lá e brincou junto, eu no quarto ao lado conversando com eles, o Samuel chorou e eu disse pro Isaac dar o bico e os brinquedinhos pra ele, ele foi até mim e me puxou pela mão, perguntei se era pra descer pra sala, que toda hora pede, e ele disse que não. Fui com ele e ele mostrou o Samuel no berço, com o cortinado todo enrolado, ou seja, quando não consegue cuidar do irmãozinho sozinho, me busca pra ajudar.

Lindo, né? E ele só tem 2 aninhos, hein? Mas precisa ver o carinho e cuidado que tem com o irmão: ensina a bater palminhas e cantar Parabéns, dá na boquinha dele tudo o que estiver comendo, oferece água e sucos, fala pra ele tirar a mãozinha da boca e diz "não, não, neném!", todo dia quando acorda é a primeira pessoa que procura, se já estiver acordado diz: "codô mamãe, codô", aí vai até ele, pega a mão e dá benção e beijinho na testa, se estiver dormindo fica todo ansioso pra que acorde. Uma fofura!

Claro que como toda criança, eles tem seus momentos de estranhamento, brigas pelo mesmo brinquedo, empurrões pra ficar mais perto do pai ou da mãe e etc. Mas esses momentos duram bem menos que todas as demonstrações de companheirismo e amizade, se defendem e se cuidam, são cúmplices mesmo.

Muita gente dizia que por eu não ter dado muito espaço entre as duas gestações, teria problemas com o comportamento do Isaac, no que diz respeito a ciúmes e afins, mas Graças a Deus ele é um menino nota mil, sem explicação ou comparação. É carinhoso e super dedicado, gosta de estar com o Samuel, de brincar junto e de dar colo - tenho que tomar um cuidado, pois tem quase o mesmo peso, é um perigo, né? Claro que não descuido dele um só momento, dou muita atenção e amor, brincamos muito e ensino a dividir tudo com o Samuel, que ele é o irmãozinho dele, que tem que amar e cuidar. E apesar do Isaac ser sempre assim, muito carinhoso e cuidadoso, às vezes, ainda me surpreendo com tamanha demonstração de afeto.

Oh, Senhor! Muito obrigada pelos filhos lindos e muito abençoados que me destes.
Não sei como agradecer. Me faz sábia pra educá-los segundo a Tua vontade. Amém.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Faça o bem e dê amor