Sozinha com meus pensamentos


Tenho momentos de profunda intimidade
Momentos de ficar a sós comigo
De pensar, destruir e renascer internamente
Momentos que com ninguém partilho
Nem adiantaria tentar
Pois não entenderiam nem teriam fé
É que tenho uma cabecinha meio mutante
Mas não saio por aí dizendo tudo o que nela se passa
Assusta muito saber que tenho opiniões diferentes
E ser diferente do que é considerado correto
Aceito como normal é pedir pra começar uma discussão
Gosto de discussões sadias
Daquelas que levem a novas ideias
Mas me cansa as que giram mas saem do lugar
Prefiro contar só pra meus planos
Dividir só em meus pensamentos
Ou divagar apenas pedaços com alguns mais importantes
Estou num desses momentos
E o que me pega pela mão agora é a dúvida
Tantos caminhos diferentes e no escuro
Preciso de luz e direção
Preciso me decidir e sair do lugar comum
Preciso de ar e de movimento
Preciso mudar de atitude e me transformar
Dá vontade de gritar: pelos poderes de...
Mas isso é fantasia demais e já estou meio crescidinha, né?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades