Inquietude

 

Pensei estar sossegada: emprego novo, de volta à faculdade,

Realizando sonhos e tendo muita ação, mas não é nada disso!

Minha inquietude me assusta e rouba minhas horas de sono

Há dias não durmo direito, fico me mexendo, acesa, pensando e repassando pensamentos

São planos, decisões e alegria tão numerosos que quando me assusto o dia já está quase raiando

Estou sendo consumida pela insônia, e mesmo quando adormeço ao menor ruído pulo da cama

Haja maquiagem nessas olheiras e alongamento pra esses ombros cansados

Haja força pra não sucumbir ao sono que teima em chegar depois do almoço - quando não é hora

É muito bom estar assim: alerta, em plena atividade e me sentindo tão viva

Mas menina, desligue essa cabecinha ao menos depois da uma da manhã, porque logo logo o despertador soa

E função sonequinha, você não é bem vinda ao meu começo de dia: quero disposição pra valer

Se isso me preocupa? Ainda não! Acho que ainda estou em extase, é muita coisa boa de uma vez! Oba!

Senhor, obrigada por Sua bondade e direção.

Eu não mereço tanto, mas amo muito e demais da conta (como boa mineira que sou) tudo isso...

 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades