segunda-feira, 21 de junho de 2010

E você, quem escolheria?


Uma mulher regava o jardim de sua casa e viu três idosos com os seus anos de experiência em frente ao seu jardim. Ela não os conhecia e lhes disse
- Não os conheço, mas devem estar com fome. Por favor entrem em minha casa para que possam comer algo.

Eles perguntaram:
- O homem da casa está ?
- Não, respondeu ela, não está.
- Então não podemos entrar, disseram eles.

Ao entardecer, quando o marido chegou, ela contou-lhe o sucedido. O marido lhe disse:
- Então vá lá e diga a eles que já cheguei e os convide para entrar. A mulher saiu e convidou os homens para entrarem em sua casa.
- Não podemos entrar numa casa os três juntos, explicaram os velhos.
- Por quê?, quis saber ela. Um dos homens apontou para outro dos seus amigos e explicou: O nome dele é Riqueza. Depois apontou para o outro. O nome dele é Êxito e eu me chamo Amor. Agora entre e decida com o seu marido qual de nós três, vocês desejam convidar para entrar em vossa casa. A mulher entrou em casa e contou a seu marido o que eles lhe haviam dito.

O homem ficou muito feliz e replicou:
- Que bom! Já que é assim, vamos convidar a Riqueza, que entre e encha a nossa casa.

Sua esposa não estava de acordo:
- Querido, por que não convidamos o Êxito?

A filha do casal estava escutando tudo e veio correndo a dizer:
- Não seria melhor convidar o Amor? Nosso lar ficaria então cheio de amor.
- Vamos escutar o conselho de nossa filha, disse o esposo à sua mulher. Vá lá fora e convide o Amor para que seja nosso hóspede.

A esposa saiu e perguntou-lhes:
- Qual de vocês é o Amor? Por favor entre e seja nosso convidado.

O Amor sentou-se em sua cadeira e começou a avançar para a casa. Os outros dois também levantaram-se e o seguiram. Surpresa, a mulher perguntou à Riqueza e ao Êxito:
- Só convidei o Amor, por que vocês estão vindo também ?
Os homens responderam juntos:
- Se tivessem convidado a Riqueza ou o Êxito os outros dois permaneceriam aqui fora, mas já que convidaram o Amor, aonde ele vai, nós vamos com ele. Onde houver amor, há também riqueza e êxito.
(Desconheço o autor)

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Franqueza - defeito ou qualidade


Dicionários definem franqueza como "s.f. Qualidade daquele que é franco; sinceridade.Isenção.", mas seria esta uma qualidade ou um defeito, nesse mundo tão marcado pela falsidade, pela mentira e pelas frases prontas e convenientes...

É bem mais fácil, pra sobreviver sem nenhuma retaliação, deixar as coisas como estão e tal como são, evita mágoas, evita discussões, aparenta-se contentamento e conformidade com os outros. E mesmo que a intenção seja boa, ser franca pode custar amigos que não estão preparado para escutar a verdade e findar relacionamentos que buscam apenas o que é ideal e não mantem os pes no chão.

Já disse muitas verdades que não foram entendidas, e já omiti outras e vim a me arrepender. Então acho mesmo que tudo depende de quem escuta a verdade, da forma como ela é dita e da sorte mesmo. Aquela coisa de falar a coisa certa, na hora e lugar certo, entende. Assim a franqueza, em pouca ou farta medida, pode ser uma qualidade e também um defeito.

As palavras ditas pela nossa boa se limitassem as que o outro quer ouvir, porque por mais que falemos preferir a verdade, a gente prefere mesmo é a verdade que nos convém...

Mas pensando sobre atitudes a tomar, que podem significar minha expulsão ou então minha glória, optei pelo caminho mais difícil e menos previsível. Falei a verdade nua e crua, com pequena omissão pra não parecer uma pancadaria através da língua e para que o outro tivesse tempo pra recobrar o fôlego e digerir com serventia o que dizia...

Dói mudar! Dói mostrar que precisa mudar!

Mas é preciso! Mas sem mudança não existe maturidade, nem crescimento, nem vida real...

O que vem depois só o tempo dirá...

Não sou dona da verdade, não mesmo! E nem pretendo ser...
Mas já que minha opinião foi requerida, aguenta aí!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Pra pensar


"Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro."

Mário Quintana