Complicar ou descomplicar


Sou do tipo prática - às vezes até demais! Mas prefiro lidar com os práticos que com os métodos ao extremo.

O problema dos práticos é que por terem raciocínio rápido, às vezes já entenderam, filtraram e podem não ter expressado qualquer opinião por já estarem pensando em outras opções mais interessantes.

Já os metódicos pecam pelo excesso - tudo tem muitos detalhes, tem de ser extremamente bem organizado, exaustivamente minunciado. Aí acontece que algo sem importância toma proporções tão grandes que tornam-se expressivos, mesmo não sendo.

Algo complicado pode ser descomplicado para os práticos, mas algo simples de resolver torna-se altamente complicado para metódicos.

Não estou dizendo que todos os metódicos complicam a nossa vida, hein. Não vá colocar palavras na minha boca - ou ser prático demais e já ler isso nas entrelinhas, por favor, rrrsssss... Tenho muitos amigos sistemáticos e metódicos - pessoas boníssimas. Ou seja, a chatice e a tendência ae complicar não é culpa do metódico por si só, é a soma com a antipatia e mania de problema mesmo.

A minha bandeira é pra descomplicar! Tudo!

Assim como na moda, em que tudo se transforma, a vida e as pessoas também podem se transformar. Não precisa se tornar um peso para os outros, não precisa oprimir, não precisa fazer tempestade em copo d´água - ora bolas!

Vamos ter mais empatia, descomplicar e aceitar as coisas simples assim como elas são. Em tudo há um "q" de charme, de inspiração e de boa vontade. Claro que em alguns casos é preciso mais longaminidade, mas é possível ter um dia mais agradável, um trabalho mais produtivo e relacionamentos mais duradouros - basta a gente querer!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades