Vida em Reforma

Meu sumiço por aqui não é falta de tempo, apesar dele estar sempre escasso, nem falta do que dizer, pois os pensamentos movimentam-se intensa e freneticamente em minha cabecinha. Mas é falta de foco, de direção, de descisão. Não quero sair por aí derrubando pra todos os lados as coisas que sinto e penso, preciso pensar mais que falar, e agir também, e principalmente.

Queria (aliás, quero, pois é pra frente que se anda), mudar meu corpo e meu comportamento. Já mudei muito, só que nem toda mudança é benéfica. Meu corpo, por exemplo, após a gravidez do Samuel mudou pra pior, ganhou contornos recheados de flacidez e gordura localizada (a dieta dos pontos e 2 horas diárias de academia são meus melhores amigos no momento, planos com data: a partir de amanhã, quando tenho avaliação física, que promete ser assustadoramente reveladora).

Nossa vida e relacionamentos também mudam, e quase sempre pra pior. Lembra quando você era novo, com menos resposabilidades e podia se dar ao luxo de dormir até mais tarde ou depois do almoço? Agora o trabalho me faz acordar cedo pra não ficar "agarrada" no trânsito, dormir tarde, pois preciso cuidar da casa, curtir filhos e marido, organizar mochilas do dia seguinte e ainda perder o sono no meio da noite com idéias e soluções de problemas pra resolver. E graças a Deus que tenho trabalho! Pois se não tivesse um, não teria o que comer, nem paz pra dormir preocupada com as contas e procurando oportunidades.

E quando a gente é criança a mãe manda a gente ir dormir e adiamos esse momento ao máximo... Ah se soubessemos como esses momentos seriam raros na vida adulta...

Lembra como nossas amizades eram firmes e os momentos de conversa com nossos entes longos e adoráveis? Agora nos comunicamos mais por e-mail, twitter e facebook. Tanto que quando os revemos assustamos com as mudanças na fisionomia, com as rugas que aparecem e em como já não nos dedicam tanta atenção. E nós, nós também não priorizamos e mal temos tempo pra curtir, cuidar e ser suporte pra pessoas que nos são tão queridas.

Torço pra fazê-lo antes que seja tarde demais... Os dias, meses e anos passam tão rápido...

Qual sua prioridade? Quais seus planos pra mais tarde? Quais pessoas mais importam e o que mais importa conseguir, hein?

Cuidado! Cuidado pra fazer em demasia o que os outros acham que você precisa e deixar de lado o que você realmente quer. Cuidado pra não se emprenhar em ter, em comprar em adquirir e em realizar coisas que são passageiras (ano que vem você vai querer outras coisas novas e substituir tudo).

Tempo não volta atrás e o que fazemos hoje molda nosso futuro. Deixar os amigos e família em segundo, terceiro ou plano nenhum pode te fazer acabar solitário e doente. Doente de saudade, de arrependimento e de tristeza. O que nos preenche e faz rir são os momentos que temos com pessoas que nos são importantes.

Saia da rotina!

Encaixe na agenda passeios com seus filhos e brinque de tudo um pouco: bola, bicicleta, papagaio, pique-esconde e etc, faça visitas sem agendamento a tias e tios que há muito tempo não vê, pegue o telefone e ligue pra aqueles amigos que você não encontrar e marque uma viagem, uma pizza ou mesmo uma caminhada no final da tarde.

Recuperar o tempo perdido é bobagem, e foi mesmo necessário essa correria toda: trabalho, faculdade, casa e etc. Mas agora chega de correria. Comece hoje a ter tempo aproveitado com qualidade e acumule momentos maravilhosos e eternos. A gente merece ser ainda mais feliz! 

Eu estou em reforma: corpo, atenção a relacionamentos e vida mudando de foco e de direção. E sabe o mais importante? Deus está me ajudando nisso!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Sobre mentiras e verdades