Amigos para sempre




Tenho facilidade em me relacionar com pessoas de todas as idades, gêneros e estilos. Não tenho preconceitos, não gosto de estereotipar ninguém e respeito demais pessoas como elas são. Sempre fui cercada de colegas, turminhas para papear por onde for, mas amigos mesmo, daquele tipo que é de verdade, que a gente pode confiar para tudo, uma quantidade mais reduzida se apresenta. Porque preciso confiar, e isso nem sempre acontece do dia para a noite. Pode levar muito tempo, com raríssimas exceções. Em muitos casos, sou a melhor amiga de gente que me achava uma pessoa mais chata do mundo (sem me conhecer me achava metida à besta, vê se pode?).  Mas minha lealdade, amor e companheirismo quando conquistados, são para sempre.

Poucas coisas na vida são tão boas quanto se ter verdadeiras amizades. Já diz o poeta, “amizade é um amor que nunca morre”. E não morre mesmo. As nossas vidas podem tomar rumos diferentes, pelas nossas escolhas, carreiras ou o acaso, mas quando temos a oportunidade de encontrar é sempre uma festa e parece que nosso último encontro foi hoje mais cedo. A conversa flui, a alegria pelas alegrias do outro é visível e se for preciso ajudar, estendemos o ombro com muito carinho, e amigo sabe que pode confiar, pode ser transparente, te olha nos olhos e nem muitas palavras são necessárias pra entender tudinho que está acontecendo.

Em tempos de internet e telefone celular nem é preciso encontrar fisicamente (apesar desse encontro ser muito necessário), basta um e-mail, uma chamada no Skype, no Gtalk ou uma ligação pra fazer ainda melhor o nosso dia. Saber as notícias, compartilhar nossas novidades ou simplesmente lembrar que nos lembramos daquela pessoa e desejamos um dia lindo.

Problema disso é só um, o tempo passa tão rápido quando a gente está com amigos! Pode ser em uma festa, ou num barzinho, ou quando nem é planejado e nos esbarramos em restaurantes e shoppings, a gente quer tanto que o tempo pare e tem assunto pra mais de metro. Preparamos a despedida e quando olhamos o relógio já se foram 2, 3, 4 horas a mais. O tempo não pára não. Corre. 

Temos é de aproveitar cada dia para lembrar o quanto nossos queridos são importantes. Muito importantes!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Corte do cabelo da Priscila Fantin passo-a-passo

Ain't Got No / I Got Life

Nada pela metade